CINDERELAS NO METRÔ, mulheres poderosas

Mulheres no metrô em Nova York e em todo Brasil, especialmente em São Paulo – SP – Na grande metrópole brasileira – de mulheres trabalhadoras, donas de casa, universitárias e muitas secretárias do dia a dia transformam-se em CINDERELAS.
  Saem de casa para o trabalho, maquiadas e com perfume impecável para suportar o cheiro de suor dos colegas equilibristas no metrô, lá vão elas, lindas, com sapatilhas, chinelos e tênis nos pés  e… na bolsa (nosso segredo) o famoso SALTO ALTO e ao chegar à estação de destino, em segundos subimos em nosso salto e vamos para a luta. Numa transformação rápida e simples nos tornamos a bela dos contos de fada, só que em vida real, pois trabalhamos por um mísero salário que mal dá para pagar as contas no fim do mês, presente para o filho que faz aniversário, nem pensar…. se sobrar uns trocados no dia das crianças, quem sabe,,,,
vida difícil… sonhos, são muitos … com fé em Deus seguimos na batalha da vida – um brinde para nós, mulheres poderosas.

Maria Jeremias Santos



mariabonitaepoesia.com.br

Folguedos…de menino…sonhos de menina…


                                                                         

  

Folguedos…de menino…sonhos de menina… 

Ele?
Menino De pês descalços
Corria beco abaixo ou será beco acima… 
Gesticulava, xingava, gritava…
Minha pipa  , meu pião , meu carinho de rolimã… meu estilingue
Quem viu…

Ela ?
Menina outra cidade  pês calçados andava  beco abaixo…ou será beco acima…
Se encontrando… Desabrochado 
Vida que escreve vida… Brinca mistura transforma
Tempo que passa…

Ele sol 
Ela lua

o encontro 
…um eclipse  ou quem sabe um poema… Difícil

Ele
Rapaz vira contista… Não escrito, vivido… 
Romances…dor…saudade…decepções…

Ela 
Moça vira poesia… Sonha…namora…chora … Cansa …
Vira a pagina rasga o livro Inicia outro….

Ele ? 
Cansado… Olha o céu azul, é livre , mas suas assas não permite voar…suas penas verdes tornaram-se brancas… Seus olhos vivos piscam… Seu lábio não mais sorri…

Vida que escreve vida… Brinca mistura transforma
Tempo que passa…

Sol encontra Lua… Sem eclipse apenas um final de tarde um beco…

Ela… Apenas um livro em branco
Ele… Apenas um sonho…
Poderiam apenas escrever o sonho de ambos no livro da vida e transformar em uma bela história ….
Mas dizem que juntos escrevem o sonho de todo que passam pelo beco… beco…dos…poetas…dos escritores…dos amores….

Autor- Marcio Marcelo do Nascimento Sena
Sarau do Beco – SP
mariabonitaepoesia.com.br

Senai oferece 17 cursos gratuitos para fazer online

Senai oferece 17 cursos gratuitos para fazer online

POR  · 24 DE JULHO DE 2015
Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) tem disponível um total de 17 cursos totalmente gratuitos em sua plataforma de ensino online. Se você quer impulsionar sua carreira e carimbar mais conhecimentos no currículo, aproveite esta oportunidade!
jovens-escritores-on3
Todos os cursos têm certificação ao final. O aluno receberá o certificado somente se obter 70% de aproveitamento durante o curso. Após ser aprovado, o próprio estudante emite o documento via web.
Confira abaixo a seleção de cursos:
1. Consumo Consciente de Energia
2. Cursos EAD para Funcionários
3. Desenho Arquitetônico
4. Educação Ambiental
5. Empreendedorismo
6. Ética e Cidadania
7. Finanças Pessoais
8. Fundamentos de Logística
9. Higiene e Segurança
10. Legislação Trabalhista
11. Lógica de Programação
12. Metrologia
13. Noções Básicas de Mecânica Automotiva
14. Propriedade Intelectual
15. Segurança do Trabalho
16. Sistema CRM – FINDES
17. Tecnologia da Informação e Comunicação
Clique AQUI e veja mais informações sobre cada curso.
mariabonitaepoesia.com.br

Sesc-SP recebe inscrições para contratar estagiários

Sesc-SP recebe inscrições para contratar estagiários

POR  · 23 DE JULHO DE 2015
estagio1-300x2001-300x200Até o dia 2 de agosto de 2015, Sesc Vila Mariana recebe inscrições para a contratação de estagiários estudantes dos cursos de Artes Visuais, Artes Plásticas, Educação Artística, História da Arte e Arte: História, Crítica e Curadoria para atuarem como mediadores em exposição de arte contemporânea. Os selecionados vão cumprir carga horária de 30 horas semanais. A bolsa auxílio é de R$ 1.277,00.
Podem participar estudantes regularmente matriculados em um dos cursos especificados acima, a partir do segundo ano, sem dependência ou reprovação.
Os interessados devem enviar currículo para o e-mail estagio@vilamariana.sescsp.org.br – até o dia 2 de agosto – colocando no assunto “Estágio Exposições”.
Outros detalhes você encontra no banner abaixo!
esta sesc vila
mariabonitaepoesia.com.br

Inscrições abertas para o Prêmio Literário Biblioteca Nacional

28.07.2015 – 11:37  

Acesso rápido

 
 
Estão abertas, até o dia 10 de setembro, as inscrições para o Prêmio Literário Biblioteca Nacional em nove categorias: Conto; Ensaio Literário; Ensaio Social; Literatura Infantil; Literatura Juvenil; Poesia; Projeto Gráfico; Romance e Tradução. 
 
Poderão participar brasileiros natos ou naturalizadas – autores, tradutores e projetistas gráficos- que possuam obras redigidas em língua portuguesa e publicadas por editoras brasileiras. Serão aceitas inscrições da mesma obra em, no máximo, duas categorias, onde uma obrigatoriamente deve ser de Projeto Gráfico. 
 
Os prêmios contemplarão as obras, em primeira edição, publicadas e impressas no período de 1º de maio de 2014 a 30 de abril de 2015, que estejam em dia com a Lei do Depósito Legal (Lei 10.994, de 14 de dezembro de 2004) e que possuam número de registro ISBN (International Standard Book Number) válido no Brasil. Não será aceita a inscrição da obra cuja data de publicação esteja fora do período. 
 
As inscrições são gratuitas e devem ser feitas, exclusivamente, por via postal, inclusive para os residentes no Rio de Janeiro e deverão ser encaminhadas para o seguinte endereço: 
 
Prêmio Literário 2015
Fundação Biblioteca Nacional
Rua da Imprensa, 16 – 11º andar – sala 1110.
Palácio Gustavo Capanema
Centro – Rio de Janeiro – RJ
20030-120
 
O edital estipula ainda que as inscrições por intermédio de editoras serão permitidas como forma de assistência ao autor e apenas mediante autorização por escrito dele, que deverá ser anexada à ficha de inscrição.  Obras publicadas com o apoio da Fundação Biblioteca Nacional ou coeditadas pela instituição não poderão ser inscritas.
 
O autor ou tradutor da obra selecionada em primeiro lugar de cada categoria será contemplado com o prêmio em espécie no valor bruto de R$ 30 mil sujeito aos descontos previstos por lei.
No caso de livro com mais de um autor, a inscrição deve ser feita apenas por um deles. Caso a obra seja vencedora, caberá aos autores, de acordo com contrato editorial, a divisão do prêmio. Os livros que fizerem parte de Coleção poderão ser inscritos individualmente.
 
Critérios como qualidade literária, originalidade e contribuição à cultura nacional serão analisados em cada uma das obras inscritas. 
 
 
Assessoria de Comunicação
Com informações da Fundação Biblioteca Nacional
Ministério da Cultura
 
mariabonitaepoesia.com.br

Mistério (Florbela Espanca)

Gosto de ti, ó chuva, nos beirados,
Dizendo coisas que ninguém entende!
Da tua cantilena se desprende
Um sonho de magia e de pecados.

Dos teus pálidos dedos delicados
Uma alada canção palpita e ascende,
Frases que a nossa boca não aprende,
Murmúrios por caminhos desolados.

Pelo meu rosto branco, sempre frio,
Fazes passar o lúgubre arrepio
Das sensações estranhas, dolorosas…

Talvez um dia entenda o teu mistério…
Quando, inerte, na paz do cemitério,
O meu corpo matar a fome às rosas!

(Florbela Espanca)
mariabonitaepoesia.com.br

Chove chuva, chove sem parar…

Música de (Biquíni Cavadão)

Eh, eh, eh, oh, oh, oh…

Chove chuva, chove sem parar…

Hoje eu vou fazer uma prece
Pra Deus, nosso senhor
Pra chuva parar de molhar o meu divino amor
Que é muito lindo, é mais que o infinito
É puro e é belo, inocente como a flor.

Por favor, chuva ruim
Não molhe mais o meu amor assim
Por favor, chuva ruim
Não molhe mais o meu amor assim.

Chove chuva, chove sem parar…

Hoje eu vou fazer uma prece
Pra Deus, jorge benjor!
Pra chuva parar de molhar o meu divino amor
Que é muito lindo, é mais que o infinito
É puro e é belo, inocente como a flor.

Por favor, chuva ruim
Não molhe mais o meu amor assim
Por favor, chuva ruim
Não molhe mais o meu amor assim.

Eh, eh, eh, oh, oh, oh…

Chove chuva, chove sem parar…



mariabonitaepoesia.com.br