TUIG


Estou na Legião que ficou por ai…
Você pode me sentir no alivio do asco que todos sentiam por min! Veja-me nos céus incandescente como astros decadentes.
Ao som dos sonhos destroçados compro pães e cigarros…
E na pantomima de eventos funestos vem na minha cabeça o estranho desejo por teus beijos!
Nas suas melodias: Amor, traições & fantasias! Juntos em uma Alquimia, doses de ant-magia!
Sabe o que me causa horror? É saber que o desgosto que sinto é proporcional ao meu amor! E por falar nesta massa gigantesca vem aos olhos lagrimas de tanta tristeza!
Como se n bastasse o peso do fracasso, agora tenho nas recordações meu calvário.
Seu corpo é um templo que Jaz no altar de minhas lembranças! Nossos momentos e segredos outrora ocultos do mundo inteiro hoje são pichações de banheiro.
E no bar local sagrado que jurei te amar brindo as novas dores que hão de chegar!

mariabonitaepoesia.com.br

BONIE y CLAIDE AMOR MATA


Embreagar-me-ei, dopar-me-ei todos os dias de saliva e vinho e mesmo assim durante meu definho terei forças para acalentar-te.

Estou acometido pelo maior dos vícios, absoluto, a religião das religiões o dogma dos dogmas.

Sofro e consigo dar risadas, morro de dor mas de min ainda prazer exala. Uma caravana de sentimentos p (n) obres. O sangue nos nossos corpos, as pedras do jogo, risadas,latas,crianças,velhos,caboclos,prostitutas,ciganos…

Devo-lhe lagrimas sóbrias minhas.

As Tempestades, Os Furacões, Os terremotos, a fúria inexplicável dos vulcões, nada disso a min impressiona. Não que eu domine as ciências, pois sei que é tudo obra de tua peçonha.

Bruxa, Insana, Mulher,Criança. Que me arrebata e tira para dança e me convida a viver beija-me com um gosto que ainda vai nascer… Fel, Mel,Carnificina, um gosto suave Divino com um “q” do maligno que não sei dizer… Mais uma dessas coisas maravilhosas, que estão entre o instante mágico da madrugada para o amanhecer.

O sangue também tirei do teu corpo, lagrimas do teu rosto, suor frio de tua face. Sei de nossas Neuroses, o pecado nos chama, a pulsação dos vícios, alterados ritmos cardíacos, o odor das secreções. Vejo-me soterrado e ao contrario do esperado permaneço calmo. Vejo-te entre os escombros em meio ao frio e a fome, a dor e ao abandono no ceio do Kaos, estais linda e paira sobre os corpos menina.

Dedicada a Iara.

Retirado do Poezine Porreseco

mariabonitaepoesia.com.br

ANIBAL e zK na terra de Thor


Sua memória é bipolar emenda Mestre Anibal Filosofo d bar´…

Sentado sobre duas cadeiras em plena segunda-feira a cismar…

Nem o estudo de todas as formas de ver o mundo e sua compreensão lhe daria mais satisfação que um Peti na escuridão…

A Cismar Meditando a quem diga: Vagabundo! Para min um ébrio cronista do mundo!

No seu escritório a Beira-Mar paga dez por cento mais deixa para lá!

Pede mais uma breja a mais barata não importa qual seja!

Quimeras Filosofais, Pesadelos Reais Alquimia que não se finda com a conta e quando diz a tia: Fudeo! Lá vem a policia!

mariabonitaepoesia.com.br

CONVITE Á POESIA


“Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce dificuldades para fazê-la forte,
Tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas,
elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.”
Clarice Lispector
mariabonitaepoesia.com.br

Vem ae… 2º Sarau Matinal do Beco dos Poetas




Quem diz que a poesia morreu nunca entrou no site do Beco dos Poetas, aqui os autores são poetas ou contistas, onde podem sorrir ou chorar nas suas poesias. E no Sarau Matinal que acontece todos os meses eles têm a oportunidade de mostrar seu trabalho literário e emocionar a platéia com seu jeito único. Porisso o convido, venha ver o próximo Sarau Literário que será dia 12/09/2010 no C.E.U – Caminho do Mar no Jabaquara a partir de 10 hs, um Domingão repleto de poesias rodeado de companhias intelectuais. Você não pode ficar fora dessa!

 

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
 quantas vezes for preciso. 

Vinicius de Moraes

mariabonitaepoesia.com.br