Quando a idade chega …

Quando a idade chega

  as pessoas ficam frágeis…

O corpo retrata seu bem -estar, porem a fragilidade fala mais alto.

Quando o esquecimento aparece, a pessoa se desespera…

As palavras somem e o choro vem à tona,…

O medo transforma-se num gigante…

você se torna pequeno, como se fosse uma borboleta…

e brava como uma abelha…

Sente falta de um abraço de um amigo…

De palavras que te fazem bem…

Você, finalmente percebe que está ficando velho (a).

E pior de tudo…se torna invisível aos olhos de muita gente.

Maria Jeremias Santos

 

 

 

BORBOLETA AZUL


Havia um viúvo que morava com suas duas filhas curiosas e inteligentes.
As meninas sempre faziam muitas perguntas. Algumas ele sabia responder, outras não. Como pretendia oferecer a elas a melhor educação, mandou as meninas passarem férias com um sábio que morava no alto de uma colina. O sábio sempre respondia todas as perguntas sem hesitar. Impacientes com o sábio, as meninas resolveram inventar uma pergunta que ele não saberia responder.

Então, uma delas apareceu com uma borboleta azul que usaria pra pegar uma peça no sábio. – O que você vai fazer? – perguntou a irmã – Vou esconder a borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta. Se ele disser que está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la. E assim qualquer resposta que o sábio nos der está errada! As duas meninas foram, então, ao encontro do sábio, que estava meditando.

– Tenho aqui uma borboleta azul. Diga-me sábio, ela está viva ou morta? Calmamente o sábio sorriu e respondeu: – Depende de você. Ela está em suas mãos. Assim é a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado. Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos (ou não).

Nossa vida está em nossas mãos, assim como a borboleta azul. Cabe a nós escolher o que fazer com ela.

mariabonitaepoesia.com.br

O AMOR MUDA AS PESSOAS

O amor muda as pessoas
Muda o modo de pensar,
Muda as atitudes… Transforma-se
Numa outra pessoa quando se
Está amando…e isso é lindo!
O mundo se torna cor-de-rosa
Até os dias cinzentos desaparecem…
Ficando só as cores de um lindo dia
O bom humor está sempre presente,
Irradiando todos á sua volta…
Faz esquecer dos problemas rotineiros
E tudo fica mais leve… mais suave
uma energia exala á flor da pele
E descobre-se que está amando
E que o amor chegou pra ficar.


mariabonitaepoesia.com.br

TEMOS A CERTEZA


Cada manhã que surge
Nasce comigo mais uma certeza
De quanto minha vida mudou…
Não só os sentimentos,
Mas todo o meu ser…
Creio que cada ano que passo
Somos uma nova pessoa…
Sabendo suportar as provas
Em que somos destinados
Cada um levando sua cruz….

Prosseguindo cada instante
Na caminhada…
Não podemos parar
Porque o caminho é longo.
Mas temos a certeza que valerá a pena
Todo esse esforço para que o amanhã
Seja mais feliz que hoje
E assim será.

Maria Jeremias dos Santos

mariabonitaepoesia.com.br

NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

 
Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais – não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR. 


DRUMMOND
mariabonitaepoesia.com.br

S A U D A D E

 

Tempo de Criança


Saudade
Do tempo em que eu ainda
brincava na rua de amarelinha,
Do tempo em que no olhar se via a
inocência e a vontade de viver,
Dos sorriso puros e dos sonhos tão bonitos…
Saudade,
Das bagunças, das traquinagens
e até dos tapas que a mamãe dava,
quando descobria alguma “arte” feita por mim…
Bons tempos os de criança!
Tempo em que tudo era uma brincadeira,
Tudo era
alegria 
Tempo que não volta mais,
Restando assim, somente lembranças,
Daquele tempo de criança
Que os anos não trazem mais
E que a saudade,
Se encarrega de guardar
Com tanto carinho
e amor 
Dentro do coração…
mariabonitaepoesia.com.br

As coisas que você valoriza

As coisas que você valoriza são as coisas que se tornam importantes em sua vida. Você dá valor, você cria valor com sua atenção, seus esforços, seu comprometimento.

Dê valor ao seu trabalho e ele se tornará mais valioso. Dê valor à sua casa e ela se tornará mais valiosa. Dê valor à sua vida, à sua família, à sua fé, ao seu corpo e à sua mente – e todos eles se tornarão mais valiosos.

Dê valor às suas idéias e elas se tornarão mais valiosas. Dê valor ao seu tempo e ele se tornará mais valioso. Dê valor ao seu dinheiro e ele se tornará mais valioso.

O valor das coisas não é determinado por uma etiqueta de preço. O valor de qualquer coisa é o valor que você dá a ela. Para o que você dá valor?

O que você deseja que cresça e se torne abundante em sua vida? Entregue-se às coisas que você valoriza e elas certamente florescerão.

mariabonitaepoesia.com.br

O poder de uma prece

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, aproximou-se do proprietário conhecido pelo seu jeito grosseiro e lhe pediu fiado alguns mantimentos. Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.

O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento.
Pensando na necessidade da sua família, ela implorou: “por favor, senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que o tiver… “Ele respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na sua loja.

No balcão ao lado, um freguês que acompanhava a conversa entre os dois aproximou-se do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família por sua conta.
Então, o comerciante falou, meio relutante, para a pobre mulher:

– Você tem uma lista de mantimentos?
– Sim – respondeu ela.
– Muito bem, coloque a sua lista na balança, e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos.
A pobre mulher hesitou por um instante e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança.
Os três ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu.e não desceu pouco não… Desceu muito…

Completamente pasmado com o marcador da balança, o comerciante virou-se lentamente para o seu freguês e comentou, contrariado: “eu não posso acreditar!”

o freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança.
Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada.
O comerciante ficou parado ali olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido.

Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado, pois não era uma lista de compras, mas uma oração que dizia:

“Meu Deus, o senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em suas mãos.” o homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio, que agradeceu e deixou o armazém. O freguês pagou a conta e disse: “valeu cada centavo”.
Só mais tarde, o comerciante pôde reparar que a balança havia quebrado.

Entretanto, só DEUS sabe o quanto pesa uma prece.



mariabonitaepoesia.com.br